Nossos
Contatos

  • SHS Qd. 06 - Conj. A - Bl C Sala 1112 - Ed. Brasil 21 Asa Sul - Brasília/DF - CEP: 70316-109
  • 61 3963-0005
  • contato@mundialinvestimentos.com.br

Agende uma
Conversa

Horário de
Funcionamento

  • SEGUNDA À SEXTA 9:00 – 18:30
  • SÁBADO E DOMINGO Fechado

Nosso Processo

Compreender

Nossa prioridade é entender o perfil de cada cliente. Vamos conhecer suas possibilidades e desejos de investimentos.

Aconselhar

Com o perfil do nosso cliente definido apresentamos o melhor portfólio para seu investimento utilizando a plataforma do Maior Banco de Investimentos da América Latina – BTG Pactual.

give-money

Execução

Depois de apresentar as melhores soluções para você, implementamos a execução de todas as estratégias juntamente com o investidor.

Acompanhamento

A evolução do seu investimento vai ser conduzida pelos melhores profissionais da aréa, garantindo os ajustes e aperfeiçoamento do processo.

Ações

Ações representam uma fração do capital social de uma empresa. Ao comprar uma ação o investidor se torna sócio da empresa, ou seja, de um negócio. Passa a correr os riscos deste negócio bem como participa dos lucros e prejuízos como qualquer empresário.

Quem compra uma ação na Bolsa de Valores está levando uma pequena parte de uma empresa de terceiros e passa a ser chamado de acionista minoritário. Ser sócio de uma empresa listada na bolsa de valores traz algumas vantagens. Um exemplo disso é que enquanto a entrada ou saída na sociedade de uma empresa limitada ou de capital fechado requer um processo burocrático de alterações de contratos sociais, comprar ou vender uma ação de uma empresa listada em bolsa é um ato feito eletronicamente com poucos clicks. A liquidez do mercado acionário também permite ao investidor ter a opção de se retirar da sociedade e migrar para outro negócio mais atraente, a qualquer momento.

Saiba mais

COE

O COE - Certificado de Operações Estruturadas - é um tipo de investimento que combina elementos de Renda Fixa e Renda Variável, com retornos atrelados a ativos e índices, como câmbio, inflação, ações e ativos internacionais.

O COE é estruturado com base em cenários de ganhos e perdas, selecionados de acordo com o perfil de cada investidor. É a versão brasileira das Notas Estruturadas, muito populares na Europa e nos Estados Unidos.

O COE é montado através da combinação de um título de crédito emitido por uma instituição financeira com estratégias em derivativos.

Ao criar o COE, o emissor estrutura pacotes de cenários para o desempenho de um ativo ou indexador, que pode ser tanto nacional como internacional. O COE é sempre emitido por um banco e registrado na Cetip.

Saiba mais

Fundos de investimentos

Tipo de aplicação financeira que reúne recursos de um conjunto de investidores (cotistas), permitindo assim investir em uma variada cesta de ativos, em diferentes mercados. Esta carteira pode englobar Títulos de Renda Fixa, Títulos Públicos, Títulos Cambiais, Derivativos, Commodities, Ações, entre outros. Quanto mais diversificado o fundo, menor é o risco.

Saiba mais

Fundos
imobiliários

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) são formados por grupos de investidores com o objetivo de aplicar recursos em diversos tipos de investimentos imobiliários, seja no desenvolvimento de empreendimentos ou em imóveis já prontos, como edifícios comerciais, shopping centers e hospitais.

O Fundo de Investimento Imobiliário (FII) é uma comunhão de recursos destinados à aplicação em ativos relacionados ao mercado imobiliário. Cabe ao administrador, uma instituição financeira específica, constituir o fundo e realizar o processo de captação de recursos junto aos investidores através da venda de cotas.

Saiba mais

Renda Fixa

É o investimento realizado diretamente em Títulos Públicos e Privados de Renda Fixa. Quando você compra um título de Renda Fixa, você está emprestando dinheiro ao emissor do papel, que pode ser um banco, uma empresa ou mesmo o Governo. Em troca, recebe uma remuneração por um determinado prazo, na forma de juros e/ou correção monetária, podendo receber, ainda, parcelas chamadas amortizações.

Títulos Públicos, CDBs, LCIs, CRIs, LCAs, CRAs, LCs, DPGEs e Debêntures são alguns exemplos de títulos de renda fixa.

Saiba mais

*Investimento mínimo a partir de R$300.000,00.

Sócios

Alexandre Lelis de Freitas

Davi Rosa Ramos

Fábio Lopes de Abreu

Fernanda Machado Ramos de Abreu

Andre Netto Pinto de Castro

Blog

icon mapa mobile
icon email mobile
icon mobile telefone
icon mapa mobile